06 de outubro de 2006

Inauguração

Novo prédio do CMEI Terezinha Vasconcellos Salvador atende a crianças do Romão

Conscientização

Projeto Abraço Verde leva ações de educação ambiental ao Cruzamento

Mutirão

Prefeitura inicia neste sábado (07) operação de limpeza nos manguezais

Educação

Região da Grande São Pedro ganhará novas escolas

Esporte

Alunos disputam nova etapa dos Jogos Estudantis Municipais de Vitória

Cinema

13º Vitória Cine Vídeo abre inscrições para concurso e curso gratuito de roteiro

Certificação

Inscrições para o Selo de Qualidade Turística podem ser feitas até 30 de outubro

Teatro

Espetáculo Vertentes é a atração deste final de semana na Fafi

Integração

Alunos da rede pública e particular de Vitória disputam os Jogos Escolares Vitória da Paz

Cultura

Vai até este sábado (07) a II Mostra Produção Independente Transborda, no Cine Metrópolis

Concurso

Fundação Ceciliano Abel de Almeida divulga resultado de provas objetivas da Saúde

Fotografia

Arquivo Geral do Município prorroga exposição Vitória Nossa História

Defeso

Até 30 de novembro está proibida a cata, a venda e o consumo do caranguejo


Metrópolis apresenta II Mostra Produção Independente
 

Divulgação
Cena do filme Grinalda, de Erly Vieira Jr.

Está em cartaz no Cine Metrópolis, na Ufes, a II Mostra Produção Independente – Transborda, realizada pela Associação Brasileira de Documentaristas e Curtas-Metragistas do Espírito Santo (ABD&C/ES), com patrocínio da Prefeitura de Vitória, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura. A mostra exibirá até sábado (07) um panorama do audiovisual capixaba e da produção independente nacional, com destaque para os filmes de bordas, conceito cunhado pela pesquisadora de cinema Bernadette Lyra. A entrada é franca.

Compõem a mostra competitiva 30 obras capixabas, que concorrem a dois prêmios de R$ 1.000,00, a serem concedidos pelo júri oficial e pelo júri popular. Os trabalhos selecionados se aproximam do conceito que orienta o festival: os filmes de bordas. Segundo Ricardo Sá, membro da comissão de seleção, o diferencial dos vídeos selecionados é a experimentação da linguagem de borda. “São vídeos feitos por pessoas comuns. O objetivo da mostra é aproximar o cidadão da produção audiovisual”, afirma.

O cinema de borda abriga as obras que permanecem às margens do cânone cinematográfico “sério” e se aproximam das experiências espontâneas e populares. Estes filmes seriam marcados pela previsibilidade e suas narrativas estariam sustentadas em dois grandes eixos: a ação e o sentimento. Um filme de bordas aproveita e atualiza temas de outros meios de comunicação populares como as histórias em quadrinhos, a música brega e os romances baratos.

Lançamentos

Bernadette Lyra, pesquisadora de cinema e coordenadora do Mestrado em Comunicação da Universidade Anhembi/Morumbi, estará em Vitória durante a II Mostra Produção Independente para o lançamento do livro “Cinema de Bordas”, organizado pela pesquisadora capixaba em parceria com Gelson Santana, professor da Universidade Anhembi/Morumbi. Também será lançado o livro “Roteiro para novas mídias”, de Vicente Gosciola, membro da SOCINE (Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema). O coquetel de lançamento com a presença dos autores será na terça-feira, às 19 horas, no hall do Cine Metrópolis.

Oficinas

Divulgação
O filme Transversal (foto) concorre na sexta-feira (06)

Além de lançar o livro “Cinema de Bordas”, Bernadette Lyra irá ministrar, juntamente com os professores Rogério Ferraraz e Vicente Gosciola, a oficina “Os filmes de borda e o espaço do trivial no cinema”. A oficina, que terá dois de dias de duração, trabalhará o conceito de bordas como espaço de realização e exibição.

Outra atividade oferecida durante a mostra será uma oficina de realização com os diretores Ricardo Sá e Seu Manoelzinho. O objetivo desta oficina é produzir um telefilme a partir do roteiro e da direção de Seu Manoelzinho, com orientação técnica de Ricardo Sá.

Convidados

O Homem sem Lei”, 25º longa-metragem de Seu Manoelzinho, será exibido pela primeira vez em Vitória na noite de abertura da II Mostra Produção Independente, no Cine Metrópolis, às 21 horas. As produções de Seu Manoelzinho ganharam destaque nacional pela ousadia. São realizadas em VHS, com atores populares e roteiros de western.

Outro filme convidado da II Mostra é “Vendetta”. Resultante de uma oficina com José Mojica Marins, o Zé do Caixão, realizada no Festival de Inverno de Ouro Preto em 1998, o filme será exibido na quinta-feira (05).

Debates

Divulgação
A mostra exibirá até sábado (07) um panorama do audiovisual capixaba

O grupo Brócolis VHS é o convidado especial do debate “Os filmes de bordas”, que acontece na quarta-feira (04), às 19 horas, no Auditório do IC-IV (Ufes). Fundada em 1998, esta produtora e distribuidora se dedica aos vídeos independentes de curta duração que usem com criatividade recursos tecnológicos de baixíssimo custo, como o Video Home System. A proposta da Brócolis VHS (http://www.brocolis.org) é trazer ao público uma significativa parcela da vídeo-cultura que, não raras vezes, é excluída dos circuitos oficiais de exibição.

No dia 5, às 19 horas, no Auditório do IC-II (Ufes), Seu Manoelzinho e outros realizadores locais debatem “A estética do cinema de borda capixaba”.

O debate da sexta-feira (06), é sobre a “Produção e difusão do cinema na borda” com Saskia Sá, presidente da ABD&C/ES, Claudino de Jesus, presidente do Conselho Nacional de Cineclubes, Alexandre Curtiss, do Grupo de Estudos Audiovisuais (Grav), Fabrício Noronha, do Cine Falcatrua e Rosana Paste, Secretaria de Produção e Difusão Cultural da Ufes, e também acontece no IC-II (Ufes).

Corta-Curtas

A última noite da mostra competitiva capixaba, na sexta-feira, será encerrada com a exibição de vídeos sobre experiências cineclubistas no México e com uma sessão especial do projeto “Corta Curtas” do Cine Falcatrua, na qual as obras capixabas selecionadas para a II Mostra serão editadas ao vivo de acordo com o humor do projetista.

Os vencedores da Mostra Competitiva Capixaba serão conhecidos no sábado (07), às 21 horas, no Cine Metrópolis. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.abdcapixaba.com.br

Confira a programação completa